segunda-feira, 27 de março de 2017

domingo, 12 de fevereiro de 2017

A LEVO... leva-nos...

A convite do Rui Ventura da SOS Bike testei a nova Specialized Levo FSR. Esta bicicleta insere-se na categoria Turbo e caracteriza-se pelo facto de utilizar um motor de 250 watts que nos leva a qualquer lado. 
A primeira impressão que temos da LEVO é a "caixa" do motor e a dimensão dos pneumáticos. 
Specialized Levo FSR antes...

...depois.

A LEVO está equipada com pneus plus Purgatory de 3" de largura numas rodas de 27,5". A sensação de segurança e estabilidade é grande e que se confirmaram em pisos degradados com muita pedra e lama. A bicicleta "come" tudo sem dificuldade. Então nas descidas, queremos é andar mais e mais, porque a bike não nos deixa mal.
Purgatory 3" roda 27,5"

O quadro em alumínio e apesar de ser uma medida inferior à que uso (L) não me deixou com as habituais dores das diferenças e desequilíbrios das medidas. A maneabilidade da bicicleta impressionou-me, porque num trilho entre árvores onde passo com a minha bicicleta normal e sempre com alguma dificuldade dadas as dimensões, com a LEVO tudo foi mais fácil, apesar do tamanho das rodas que nos permitem abusos.
Os travões SRAM progressivos cumpriram na perfeição, porque tinham que parar 118 kgs em pisos muito degradados pela chuva.
Quanto às mudanças também da SRAM, a LEVO usa um prato de 32 dentes com 11 velocidades atrás, pelo que a subir e em plano chegam e sobram, mas em descidas rápidas, esgotava rapidamente a desmultiplicação.
O conforto desta bike é um dos pontos que destaco - um verdadeiro sofá. Escolhemos pisos maus propositadamente e em todos o comportamento era excelente. Sou adepto dos cursos longos (150mm ou mais) à frente e atrás, dado o meu peso, mas os 140mm da RockShox Revelation em conjunto com o amortecedor traseiro Fox Float ultrapassaram na perfeição as dificuldades. 
Para o fim deixei o motor. Fizemos 46 kms, com mais de 1000 metros de acumulado em subida, algumas delas com grau de dificuldade elevada (pedra, lama, regueiras) e em todas a LEVO teve um comportamento exemplar. A volta que fiz hoje com o Rui e o Sequeira, se fosse com a minha bike estaria a esta hora todo partido. 
Motor e bateria

O motor é realmente um auxiliar muito bom. Utilizei os três modos - Eco, Trail e Turbo. O que mais usei, mesmo nas subidas mais difíceis foi o Eco e a "ajuda" é simplesmente extraordinária. Tudo é fácil. A subir, passar por cima de pedras, ramos ou pedalar em piso mole, é "canja". O modo Trail foi usado numa pequena "parede" logo seguido do Turbo, o impulso é realmente grande.
Chegamos ao cimo duma subida dificil com a sensação de uma enorme facilidade e sem dores nas pernas e a arfar.
Mas, houve uma situação que descreve bem a importância deste motor: tive que atravessar uma vala cheia de água e lama que cobriu o motor e para ultrapassar a situação, tive a reacção natural, pedalar e de imediato o motor entrou em funcionamento e tudo se passou como se não houvesse ali uma vala.
Como conclusão deste teste, devo dizer que fiquei adepto deste novo modelo de bicicleta e quem sabe no futuro venha a comprar um brinquedo destes.
Levo...

Aos que puderem despender dos 4.168€ que a Specialized LEVO custa, o meu conselho é: comprem porque não se vão arrepender. 
Mais uma vez agradeço ao Rui Ventura da SOS BIKE e ao Sequeira pela companhia nesta volta.
Subida...

Junto ao Castelo do Germanelo...

Descanso, finalmente...

Descanso e vamos comer que se faz tarde.


Specialized Levo FSR - características:
  • QUADRO

    Specialized em alumínio M5 Premium, geometria Trail, bateria integrada no tubo inferior, guias internas isoladas para cabos e Command Post IR, espaçamento 148mm, rolamentos totalmente selados de cartridge, 140mm de curso
  • FORQUETA

    RockShox Revelation RC3 29/27.5+, mola Solo Air, ajuste de compressão e retorno, eixo passante Maxle Lite 15x110mm, offset 51mm, 140mm de curso
  • AMORTECEDOR

    FOX FLOAT Performance, ajuste Rx Trail Tune, AUTOSAG, amortecimento DPS, ajuste de retorno e 3 posições de compressão, 197x47.6mm
  • CUBO DIANTEIRO

    Specialized, para disco, alumínio, rolamentos selados de cartridge, eixo passante 110x15mm, 24f
  • CUBO TRASEIRO

    Specialized, para disco, alumínio, rolamentos selados de cartridge, eixo passante 12x148mm, 28f
  • RAIOS

    DT Swiss Industry, inox
  • AROS

    Roval Traverse 650b, alumínio sem gancho, largura interna 38mm, 24/28f, tubeless ready
  • CÂMARAS DE AR

    650bx2.3"/3.0", válvula Presta 40mm
  • PNEU DIANTEIRO

    Purgatory, carcaça GRID, 650bx3.0", 60TPI, flancos flexíveis em Aramid, 2Bliss Ready
  • PNEU TRASEIRO

    Purgatory, carcaça GRID, 650bx3.0", 60TPI, flancos flexíveis em Aramid, 2Bliss Ready
  • PEDALEIRO

    Cranques exclusivos em alumínio
  • PRATOS

    32D
  • MANÍPULOS MUDANÇAS

    SRAM NX, 11 velocidades, trigger
  • DESVIADOR TRASEIRO

    SRAM NX, caixa longa, 11 velocidades
  • CASSETE

    SRAM PG-1130, 11 velocidades, 11-42d
  • CORRENTE

    SRAM PC1130, 11 velocidades c/PowerLink
  • TRAVÃO DIANTEIRO

    SRAM DB5, disco hidráulico, pinça exclusiva de 4 pistões, pastilhas semi orgânicas, rotor 200mm
  • TRAVÃO TRASEIRO

    SRAM DB5, disco hidráulico, pinça de 2 pistões, pastilhas semi orgânicas, rotor 200mm
  • GUIADOR

    Specialized, alumínio 6061, recuo 8 graus, elevação 6 graus, elevação 27mm, largura 750mm
  • PUNHOS

    Specialized Sip Grip, fixação lock-on leve, superfície de alta aderência, S/M: regular, L/XL: espessura XL
  • AVANÇO

    Specialized Trail, alumínio forjado 3D, 4 parafusos, elevação 6 graus
  • SELIM

    Body Geometry Henge Comp, carris ocos em Cr-Mo, 143mm
  • ESPIGÃO

    Alumínio, aperto 2 parafusos, offset 12.5mm, 30.9mm, anti corrosão
  • APERTO ESPIGÃO

    Alumínio, 34.9mm
  • MOTOR

    Custom & exclusive for Specialized, Trail tuned, 250 W
  • UI/REMOTE

    Integrated Trail display, 10-LED battery display, Mission Control iOS/Android App
  • BATERIA

    Custom LEVO battery, 460Wh, 40x3.2Ah, ANT+/Bluetooth connectivity, IP 67
  • CARREGADOR

    Custom charger, 42V4A w/Rosenberger plug
  • WIRING HARNESS

    Custom harness w/ Rosenberger plug

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

105 anos e pedala...

 O francês Robert Marchand, de 105 anos, vai esta quarta-feira tentar estabelecer um novo recorde de velocidade em bicicleta para pessoas da sua faixa etária.
O desafio vai acontecer no dia 4 de janeiro no velódromo nacional de Saint-Quentin-en-Yvelines, o mesmo onde o próprio Robert Marchand já tinha batido a sua marca pessoal há três anos - 26,927 quilómetros numa hora.
Agora, aos 105 anos, quer ser a pessoa mais rápida do mundo, na sua idade, em bicicleta.
"Não estou tão bem quanto há dois anos. Se estivesse seria um fenómeno", revelou Robert num misto de modéstia e brincadeira.
Robert Marchand acredita que poderá percorrer 23 ou 24 quilómetros numa hora. "Se fizer 30 dirão que estava dopado", sorri.
O segredo para estar em forma com mais de um século de existência? "Pratiquei desporto durante toda a minha vida, comi fruta e legumes, não fumei e bebi pouco álcool e café", conta-nos Marchand.
A psicóloga e professora universitária Veronique Billat, que acompanha Robert desde que completou 100 anos, revela o verdadeiro mistério: "O corpo dele é pequeno, mas tem um coração que bombeia tanto sangue por minuto como o de uma pessoa maior". Ao corpo são soma-se a mente sã: "Tem uma grande determinação, não hesita, não tem medo de tentar", gaba-lhe Billat.
Aos 105 anos, Marchand diz não temer a morte, só o dia em que não puder mais pedalar.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Feliz Natal...

Feliz Natal para todos e que o Pai Natal vos traga a bicicleta que pediram...


quarta-feira, 23 de novembro de 2016

domingo, 6 de novembro de 2016

Acabaram os furos...


Os pneus da bicicleta são o elo mais fraco no mundo do ciclismo. Quem pratica esta actividade desportiva ou tem um bicicleta para se deslocar diariamente nas suas funções, sabe que pode ficar apeado com um furo ou ter de arregaçar as mangas para o reparar.
Há algumas alternativas para evitar certos males, como o gel que tapa pequenos furos mas é falível quando existem grandes rasgos.
E se houvesse uma tecnologia, um pneu inovador que acabasse com o tormentos dos furos e dos rebentamentos? Vamos conhecer o Nexo, uma tecnologia que acaba de vez com o problema dos pneus furados.
pplware_wonder_wheels00

Quem pratica ciclismo ou tem por hábito andar de bicicleta sabe que os furos ou um pneu rebentado pode acabar com a diversão se o ciclista não tiver o material necessário para o reparar ou se não tiver o conhecimento para o fazer. Há depois outros acidentes que são impossíveis de reparar num pneu, este é substituído por um novo e o velho é amontoado num monte chamado lixo.
Segundo as informações do sector, todos os anos são deitados ao lixo cerca de 1.3 mil milhões de pneus de bicicleta. Estes são depois eliminados porque estão furados, rebentados ou têm fissuras que inviabilizam a sua utilização em segurança. Para tentar combater este problema da poluição e, sobretudo, trazer uma inovação ao mercado que seja viável, a empresa Nexo North America tem uma proposta: O Pneu Ever e o Pneu Nexo. E acabaram-se os furos!

O que traz de especial o Pneu Ever?

O Pneu Ever é um pneu sem ar que promete ao utilizador um conforto e segurança capaz de ombrear com um tradicional pneu cheio a ar. Este pneu traz um filosofia que assenta quer na facilidade de montagem quer na fiabilidade de tracção, assim como a tal característica de nunca furar nem rebentar.
pplware_wonder_wheels02
Este pneu sólido é composto por uma mistura de polímero com uma série de furos que foram manipulados para oferecer um controlo excepcional e uma excelente durabilidade. Cada pneu Ever está previsto durar até pelo menos 8 mil quilómetros. Além disso, como não tem ar, pode passar por cima de pisos e de detritos sem que perca a sua forma ou tracção, tal como aconteceria num convencional pneu de borracha.

E o Pneu Nexo?

Já o Pneu Nexo é para bicicletas que exigem um pneu mais fino e mais leve, mas com igual durabilidade e garantia de nunca furar. O pneu Nexo, é outro tipo de pneu sem ar que é projectado para caber nos aros já existentes.
pplware_wonder_wheels01
Graças aos parafusos Pneus T patenteados pela empresa, estes encaixam-se nas bordas do convencional aro que usamos nas bicicletas. Estes parafusos estendem-se para dentro do pneu sem ar para o manter no lugar. A instalação não é tão fácil como os anteriores, exige pelo menos duas pessoas, se bem que há forma de uma só se desenrascar. Este, ao contrario do anterior, não exige que tenha de trocar os aros.

É fácil de montar?

Uma das curiosidades que podemos ver na montagem do pneu é a forma como pensaram na fixação, tal como referimos anteriormente há uma especialização do método recorrendo ao tal Parafuso T. Há elementos que preenchem as lacunas de um pneu ter de encaixar em vários aros, mas isso foi pensado como podemos ver aqui neste vídeo:

Meio ambiente também foi pensado

Claro que em termos de meio ambiente a empresa faz questão de salvaguardar a qualidade da sua criação. O pneu é fabricado com um único material, uma mistura de polímeros, o que os torna simples de produzir e fáceis de reciclar. A empresa refere que cada pneu leva apenas 30 minutos para ser produzido, muito mais simples que os pneus convencionais que têm uma logística de 6 ou 7 passos no seu fabrico.

Preço e disponibilidade

O Pneu Ever e o Pneu Nexo estão disponíveis em pré-compra numa campanha de crowdfunding no serviço Kickstarter. Ambos os pneus estão disponíveis numa variedade de tamanhos para servir os mais novos e os menos jovens, quer em bicicletas de estrada ou de BTT (além de outras).
Todos os modelos Nexo estão disponíveis por 75 dólares para os modelos de 20″, 26″, 27.5″, 700x24c, 700x35c. Já o preço dos Ever começam nos 76 dólares para as versões de 12 ou 16 polegadas (tamanhos para bicicletas de criança) e sobre por aí acima como podem ver aqui. A empresa espera começar a entregar os dois modelos já em Janeiro de 2017.