terça-feira, 29 de dezembro de 2009

domingo, 27 de dezembro de 2009

Btt e caçadores...

Hoje dei a volta higiénica de domingo sozinho. Direcção - Castelo do Germanelo. Já tenho feito algumas voltas nesta e noutras zonas e nesta altura do ano os caçadores abundam, mas hoje na zona de Alcabideque e Rabaçal, parece que estava no meio duma guerra. Bastava um caçador disparar e logo de seguida ouviam-se 4 ou 5 disparos. Durante 3 horas de volta, das duas uma, ou, se cada tiro for um coelho, então coitados dos láparos, extinguem-se rapidamente, ou, os caçadores são uns bananas e disparam para se impressionarem. Mas, o problema era eu, ou seja andava no meio deles e estava sujeito a levar uma chumbada. Não levei, mas, um caçador resolveu disparar e segundos depois, os chumbos começaram a cair a minha volta. Pensei vir embora ou andar em estrada aberta, mas a verdade é que tenho tanto direito como eles de andar ali.

Continuei e de cada vez que ouvia um cão ou barulho começava a tossir ou falar alto, espantando a caça e deixando os tótos com cara de poucos amigos, mas antes isso do que levar um tiro destes imbecis que disparam sem qualquer nexo.

Infelizmente o número de caçadores aumentou a olhos vistos e são às dezenas em espaços muito pequenos e andando nos mesmos locais onde nós pedalamos, logo, todo o cuidado é pouco e não hesitem em manifestar a vossa presença.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Jantar de Natal...

Este ano decidimos fazer um jantar de Natal. Estiveram seis pmc's presentes. O melhor do jantar, foram as queijadas de Pereira e o queijo.


sábado, 19 de dezembro de 2009

É Natal...


O grupo de btt POR MAUS CAMINHOS, deseja-vos um Feliz Natal, com muitas prendas (de preferência uma bicla nova).

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O futuro hoje...

Existem vários projectos de bicicletas para circular no trânsito cada vez mais caótico das nossas cidades e estradas.
Este projecto já é realidade.
A YikeBike é portátil, é eléctrica com autonomia para 10 kms e carrega-se em 30 minutos, atingindo os 20 kms/h.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Força Miguel...

O telefone toca e do outro lado o Lobo informa-me que o Miguel estava internado nos HUC com um avc.
Só hoje o pude visitar, juntamente com o
Lobo e o Zé 120.
Ao contrário do que esperava, o Miguel estava na cadeira de rodas, bastante contente e emocionado por ver tanta gente à sua volta e em particular, de ter a presença do filho.
Ainda está muito debilitado, com o braço direito sem qualquer actividade e com dificuldade na fala, apesar de tudo, lúcido e consciente da situação.
Miguel o da esquerda ( Aveleira)

Conheci o Miguel através do btt há já vários anos atrás. Fizemos muitos quilómetros juntos. Apesar de não ter muita força e resistência, compensava isso com a habilidade para a descida em particular o freeride. Apreciava-lhe a força de vontade e motivação, que transmitia aos outros. As ideias fervilhavam. Abrir single track's novos era o que mais gostava de fazer. Ficam alguns conhecidos que ele criou: o trilho da Coca Cola no Buçaco, o parque de freeride no Buçaco que construímos durante as nossas voltas. Trilhos novos na Lousã. Transportava na Mondeo, paletes, serrotes, martelos, pregos, para durante vários domingos construirmos as rampas.
Miguel o da esquerda ( Penacova )

A garagem do Miguel era a nossa oficina, onde havia sempre a peça que se tinha estragado, o cabo que tinha partido ou parafuso que não se encontrava. Estava sempre actualizado dado que devorava revistas sobre btt. Infelizmente a vida pessoal e profissional do Miguel descambou. Separou-se, fechou a loja que era o seu sustento e o dos filhos. Os problemas financeiros eram graves pelo que teve que abandonar o btt. Encontrei-o à cerca de dois meses na Bicisports e como sempre estava a fazer planos para comprar um quadro e montar uma bike para voltar a andar.Miguel, o que está deitado ( Moinhos de Gavinhos )

Talvez não o monte. Talvez não volte a andar de bike. O vida pregou-lhe mais uma partida e roubou-lhe essa possibilidade.
Miguel, os nossos votos de que recuperes rapidamente e sem graves sequelas.
Força.
"A maior glória não é ficar de pé, mas levantar-se cada vez que cai."


segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Espectacular...

Pois é! Vejam do que uma mulher é capaz.
Homens que têm a mania que sabem andar em cima duma bike, ponham os olhos nesta miúda e aprendam qualquer coisa.
Muito boa!
Assim, até parece fácil.
Chama-se Tavasi Nóra e é hungara.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Isto sim é btt...

Se queres descer, tens que subir...

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Assalto ao Caramulo...

Este post explica porque razão não assaltei o Caramulo.
Em primeiro lugar assaltar uma serra não é coisa fácil. Em segundo lugar, porque me comporto bem e não ando por aí a assaltar coisas muito menos serras.
Mas, vamos aos factos.
7h 20m da manhã estava à porta do Rui V. para carregar a bicla e restante tralha e partir rumo a Anadia para nos juntarmos ao grupo que tinha como assaltante chefe o Nini. 8h 30m lá arrancámos debaixo da famosa chuva "molha tolos". Dez eram os assaltantes cheios de pica que faziam parte deste bando.Depois duma fase inicial plana e antecedendo a longa subida, acalmei a fúria do bando com um furo e um raio partido, obrigando à consequente paragem.
Depois de alguns kms a subir, "estranhamente" ou talvez não, as pernas não respondiam aos sinais enviados pelo cortex. Ainda baixei a suspensão da frente tentando impressionar os restantes assaltantes, mas a coisa só piorava, com as costas ( as famosas L4 e L5 ) a queixarem-se fortemente. Esta é a fase do "condor" ou seja com dor aqui com dor ali.
Parei e percebi que o amortecedor estava muito mole ou seja tinha subido aquela parede com uma bike de downhill o que diga-se é um feito digno dum assaltante.
O Rui voltou para trás e ao ver-me naquela desgraça, quase a beira dum hara kiri, por não fazer parte do tão esperado e ansiado assalto, telefonou ao chefe a informar da desistência. O boss a contragosto lá aceitou a desculpa da marcha atrás mas, já ameaçou que temos que lá voltar, nem que a vaca tussa.
Iniciado o regresso, poucos metros andados e o dito amortecedor berrou de vez, pelo que tive que fazer uns 15 kms com a roda de trás a roçar no quadro.
E foi esta a razão porque nem eu nem o Rui assaltámos o Caramulo.
Entretanto já falei com o chefe do bando, para me justificar pelo facto de não ter participado no assalto, que me informou do êxito que foi esta jornada com mais de 60 assaltantes vindos de diversos pontos do país, a assaltarem a serra. O regresso a Anadia foi duro porque a referida chuva "molha tolos" deu lugar a chuva grossa.
Palavra de assaltante frustrado, a serra vai ser assaltada por nós, conforme combinação com o chefe do bando.

domingo, 29 de novembro de 2009

P... de chuva...

Tá certo que a chuva faz falta, mas, ao domingo de manhã podia parar para darmos a nossa volta higiénica.

Hoje ficámos em casa, coisa a que já não estamos habituados. Quem paga a má disposição é o computador, que vai ficar cheio de vírus, trojans e merdas semelhantes. Isto tudo porque as bikes ainda não têm estas coberturas:Esperemos que 3ª feira, dia do assalto ao Caramulo, o São Pedro se acalme e dê tréguas.Segundo os homens do tempo a coisa vai ser assim:

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Miuda com bicla...

Apesar do frio e da chuva...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Vota planeta...

A WWF está a promover a campanha VOTA PLANETA. O objectivo é mostrar aos lideres mundiais, que em Dezembro se vão reunir em Copenhaga em mais uma cimeira, que o mundo quer a Terra e não aquecimento global.
Queremos um futuro melhor e mais saudável.
Vota no teu planeta, visita
http://www.wwf.pt/ ou http://www.earthhour.org/.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

domingo, 15 de novembro de 2009

Coimbra-Mortágua-Coimbra

Desde Junho que tínhamos intenção de fazer este passeio diferente. Já tínhamos tentado. Ir de comboio até Mortágua, o que aconteceu no passado sábado.
Ainda a cidade dormia, o comboio transportava meia dúzia de passageiros entre os quais, 4 putos que carregavam grandes bebedeiras e as mantinham emborcando umas cervejolas. Embarcadas as biclas lá fomos nós numa viagem que durou 45 minutos até Mortágua. Na estação e na vila não se via vivalma, só na pastelaria onde se tomou o pequeno almoço.Ligado o gps que devido ao forte nevoeiro nunca tinha mais de 4 satélites activos e que provocou alguns enganos por atraso durante o passeio, lá arrancámos. Os primeiros metros foram junto ao rio, para logo de seguida começar aquela que foi seguramente a maior distância que fizemos de subidas até ao cruzamento dos 5 caminhos na serra do Buçaco. Pelo meio andámos em trilhos e locais muito bonitos, atravessamos um ribeiro, percorremos parte do percurso duma maratona de btt, o que somou no final 46 kms.O resultado final deste passeio, foram bolhas e ossos doridos no rabo dalguns dos participantes e uma tareia de que já não havia memória.
Ainda não fizemos contas ao acumulado, mas foi mais do que muito.
Compareceram o Lobo, J. Miranda, J. Nuno e Rui V.
Vejam o track no nosso armazém.



sexta-feira, 13 de novembro de 2009

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Track's do Portugal XPD Race

Este era o resultado do rastos deixados pelos gps das equipas que concorrem ao Portugal XPD Race.


domingo, 8 de novembro de 2009

Portugal XPD Race

Tem inicio hoje a parte competitiva da Portugal XPD Race, prova a contar para o campeonato do mundo de corridas de aventura.
Competição em sistema de non-stop, com um total de 900 kms e 120 horas, que conta com a presença de 59 equipas de 25 países. BTT, canoagem, patins em linha, treking, corrida, escalada, rappel e outras modalidades, farão parte do dia a dia dos competidores.
Esta prova dura até dia 15 deste mês e vai passar na zona centro, com etapas na Serra da Lousã, Pampilhosa da Serra e na Serra d
a Estrela.
Vale a pena assistir aquela que é uma das mais completas formas de competição onde a resistência humana é levada ao
limite.

Acompanha tudo aqui.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sol da Caparica na minha bicla...

Video dos "Peste e Sida" - Sol da Caparica na minha bicla.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Miuda com bicla...(a sério)

Por sugestão do Nini aqui fica mais uma miúda com bicla deste mês - Darcy Durenne, uma freerider canadiana em ascensão. Esta podia andar connosco, só para vermos do que uma mulher é capaz...

Para os interessados em conhecer esta miúda gira e cheia de talentos, visitem a página
http://www.hellodarcy.com/Site/hello_.html

domingo, 25 de outubro de 2009

Volta dificil!?!

Hoje a volta foi das mais difíceis. Em primeiro lugar porque fomos por caminhos diferentes e ao fim de 22 kms, aí uns 80% eram a subir, o que motivou protestos e ameaças ao autor da ideia. Mas, andar por sítios nunca dantes "navegados", significa conhecer coisas e lugares novos, tais como a fonte próximo de Podentes, que num dia de calor está no local ideal. Antes passámos numa terra chamada Lagoa e num campo descobrimos esta placa. Numa frase tão pequena, tantos erros! Cultura popular!? Depois de tanto subir decidimos descer e por mero acaso em Alfafar parámos junto a uma senhora que apanhava nozes. Nozes! Uma perdição!? Tratámos logo de ajudar a senhora e conversa puxa conversa tivemos que ir à adega provar a agua pé, que ficava do outro lado da estrada. Cada vez há menos gente assim. Simpatia e confiança para abrir a porta a desconhecidos! Lá fizemos o "sacrifício" de beber uns copos de água pé que por acaso era não era grande coisa. Como a senhora tinha muitas nozes aproveitámos o preço e comprámos um quilo cada. Depois disto o melhor era regressar e depressa. Chegados ao destino e para repor os níveis aviámos um porto branco seco com uma fatia de bolo de chocolate.
Assim está bem!
Temos que fazer mais voltas destas e ainda mais difíceis.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Miúda com bicla...

Depois de "milhares" protestos por parte das praticantes de btt, quanto ao facto de serem tratadas por "gajas", mudámos o nome para "miúda com bicla".
Num mês em que a chuva e o frio começam a chatear, fica esta para nos animar e lembrar que o bom tempo já não está longe...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Festival Bike de Portugal

Vai decorrer de 23 a 25 de Outubro a edição 2009 do Festival Bike Portugal em Santarém.
Este que é o maior certame nacional dedicado às duas rodas, para além das muitas novidades para 2010, contará mais uma vez com a maratona que todos anos atrai mais gente. Exibições e competições de diversas especialidades do ciclismo acontecerão durante estes 3 dias.
Vale a pena deslocação e antes das biclas passam em Almeirim e aviam uma sopa da pedra.

domingo, 4 de outubro de 2009

De pequenino...

Vai ser um grande betetista...



domingo, 27 de setembro de 2009

Volta gourmet...

Hoje fizemos uma volta diferente!? Só dois PMC, o J. Miranda e J. Nuno. Depois de muitos kms e já com alguma larica, chegámos à Pena, lugar entre Ançã e Cantanhede. Junto ao caminho uma nogueira e o chão com muitas nozes à espera de serem comidas. Assim foi, apesar da dona estar por perto a tentação foi maior e comemos bastantes, não sem antes encher o camelback com mais algumas. Mais um km e junto da estrada uma figueira cheia de figos maduros. Aqui, o J. Nuno encheu a barriga apesar dos figos estarem quentes, com o consequente risco de caganeira, coisa que não aconteceu. Mas, faltava uma coisa de que vínhamos à procura desde o inicio da volta, uvas! Nem uma! Agora fazem a vindima, já nem deixam o rabusco. Quando já não havia esperança, o J. Nuno atento, descobre quase na última videira da última vinha uns cachos pretos. Apesar de estarmos a subir, travámos a fundo, até ficou um sulco no alcatrão e lá comemos as uvas. Para acabar esta volta nada melhor que um porto branco seco, fresco. A esperança estava no bar do Choupal. Mas, infelizmente esta bebida não tem clientes, pelo que foi com grande tristeza que fomos obrigados a beber uma imperial fresquinha. Foi uma volta gourmet e com produtos biológicos.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Gajabicla do mês...

Esta foi a escolhida de Setembro.

domingo, 13 de setembro de 2009

Passeio à Lagoa de Óbidos...

Tal como tem acontecido em anos anteriores fomos até à zona das Caldas da Rainha para o passeio anual com o "pessoal da treta", este ano contando também com a companhia de 4 betetistas das Caldas, o Pedro, o Marco , o Elias e o filho. De Lisboa e arredores o J. Lourenço, o J. Franca, o Vitor, o Bruno e o Ricardo. Do pmc o J. Miranda e o Lobo.Com o dia ameaçar chuva começámos a pedalar às 9 h 30m, junto à Escola de Sargentos das Caldas, tendo como objectivo ir até à Lagoa de Óbidos e voltar passando por Óbidos e mais algumas aldeias ali da zona.
Grande parte do percurso estava marcado dum passeio realizado à pouco tempo mas muito interessante, tendo de tudo, plano, subidas, descidas, alguns single tracks e areia.
A chegada a Óbidos é antecipada duma subida em alcatrão bastante acentuada. Passámos pelas ruas estreitas desta bonita e pitoresca vila, que estava cheia de turistas em particular "camones", aliás foi uma delas que nos tirou a foto de grupo.Regresso ao percurso e visitámos um pomar enorme de maçãs e pêras no qual aproveitámos para encher os bolsos de fruta, que muito geito fez para repor os niveis de açúcar e vitamina.
Cruzámos a aldeia Serra d'El Rei, onde encontrámos um centro comercial sui generis.
Quando fotografava a placa do dito centro somos convidados a entrar pelos donos.Espanto! Aquilo que parecia ser uma mercearia e tasca à moda antiga, coisa rara, era uma enorme loja dividida em departamentos,cada um vendendo coisas diferentes, um verdadeiro centro comercial. Não faltava até a secção de vídeo "cultural", com filmes bem conhecidos, tais como "Companhia do Sexo" ou "Assédio Anal". Estes passeios tem um aspecto cultural importante e neste caso deu-nos a oportunidade de ver uma loja à moda antiga, onde as mercearias são vendidas ao peso.
Depois dum desencontro com parte do grupo, se calhar efeito da mini, bebida no centro comercial, chegámos às margens da lagoa de Óbidos. Surpresa! Foi construída em toda a extensão da margem sul, um passeio / ciclovia que sem dúvida melhorou em muito, esta parte da lagoa votada ao abandono. Aplausos para quem decidiu e construiu esta obra.Chegados à foz, estava na hora do regresso, até porque já passava da uma da tarde e muitos estômagos se queixavam.14h 20m foi a hora de chegada ao local de partida, com 60 kms de bom btt e em boa companhia. Estava na hora de tratar da "malvada" e aqui o único aspecto negativo deste passeio: fomos "obrigados" a ir a um restaurante. E porquê? Porque tinha sido muito melhor, comer um leitão com laranja, pão, batata frita e champanhe bruto tinto, bem gelado, junto da margem da lagoa ( que cenário bonito ). Mas, a próxima vai ser assim.