quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Assalto ao Caramulo....

Foi desta carago! Dos PMC's só eu assaltei o Caramulo, acompanhado por dois mercenários (Casaleiro e Luís) contratados à última hora, dado que os soldados do Por Maus Caminhos se negaram.

Eram muitos os que às 8:00 já estavam prontos à porta da Bicisports na Mealhada para mais uma investida à serra do Caramulo. O frio era muito e previa-se ainda mais, mas nada que demovesse os soldados de Aguim, batalhão ao qual nos juntámos.

Às 8:45 mais de duas dezenas de valentes arrancaram sob o comando de Manuel Lino iniciando mais uma ascensão dos poderosos. Durante todo o percurso o pelotão manteve-se unido fazendo algumas paragens de reagrupamento.
Pelo caminho tivemos reforço alimentar composto por negalhos e vinho tinto, sim, porque o inimigo não é para brincadeiras e há que estar bem comido e bebido para o enfrentar.
As magníficas paisagens eram uma constante à medida que íamos ganhando terreno na serra e ao longe já se vê o objectivo final.

Enquanto uns subiam (a custo) outros já desciam.

Chegados ao topo e enquanto o restante grupo fazia a última incursão até ao ponto mais alto, o Caramulinho, eu fiquei a esticar as pernas que se recusaram a subir mais, junto ao café, que tinha tanta gente lá dentro, que tive que trocar de roupa na rua.
Registei o meu nome no livro dos assaltos e regressámos, porque à espera dos guerreiros estava um banho quente e mais importante, o almoço.
Aqui alguns dos assaltantes do batalhão de Aguim, durante o almoço.
 


Foi incrivel este dia de puro BTT, ficando desde já promessa de repetir para o ano que vem e espero com a presença dos restantes elementos do grupo Por Maus Caminhos.
Com feriado ou não, que venha o Assalto ao Caramulo 2012.
Rui Ventura

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Trial...

Vejam este video. Muito bom! 

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Salvamento...

Este vídeo mostra que ainda há gente boa neste mundo, onde a sacanice e o egoísmo são o que mais importa.
Este motociclista estava numa competição e parou para fazer isto.  

domingo, 30 de outubro de 2011

Não custa nada...

Quando for grande também quero fazer estas coisas!!!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

domingo, 16 de outubro de 2011

E as mulheres pá?

O tema é recorrente. Por que raio não há mais mulheres no btt, em particular na zona centro (leia-se Coimbra). Num grupo de bttistas homens, o assunto é abordado de tempo a tempos e hoje na volta pela zona do Sicó devemos ter encontrado mais de 20 colegas de oficio e nem uma senhora.
Mas que raio se passa?
Se muitos acham piada, outros torcem o nariz. Os que acham piada são os chamados pichas de aço, pois a cabeça começa logo a fazer filmes e a imaginar grandes coboiadas. Os que estão no campo oposto são os que não gostam de as aturar, já basta em casa quanto mais na hora de descer o single track ou de andar na lama, ao frio e à chuva.
Mas, ainda há aqueles que se suicidavam se as Marias andassem mais que eles.



Num fórum de btt, um forista (talvez) desesperado, pede que lhe digam a receita para viciar uma gaja no btt. Uma Maria participa na discussão e começa com esta frase: "Muhahahah ver-vos desesperados com essas duvidas deixa-me incrivelmente e maleficamente contente".
Quanto a nós, "homens de bem e sem complexos", dizemos: As meninas se quiserem andar de bicicleta connosco, façam o favor! Serão bem vindas! Basta enviar um mail para: pormauscaminhos@sapo.pt ou expressar a vossa vontade no facebook em http://www.facebook.com/pages/BTT-Por-Maus-Caminhos/112772978754208?sk, que nós em assembleia geral estudaremos o assunto, mas prometemos desde já uma análise séria, isenta e profunda dos pedidos.
Ficamos à espera e livrem-se de não aparecer (é o mais certo).

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Apelo...


Para todos 
A Inês é uma aluna do 12º ano, de Pinhel, Manigoto, que precisa de um transplante de coração.

Tem um tipo de sangue raro.  Se souberem de alguém que possa ajudar, agradecemos, caso contrário divulguem

este email.

Um abraço
U R G E N T E 

Cumprimentos 


1.     Envio para si, porque sei que o reencaminharás para muita gente. Pedido de sangue!
2.     Por motivo de doença grave, um ser humano está hospitalizado à espera de ser operado. Ainda não o foi porque tem um sangue raro (só 2% da população mundial tem).
Trata-se do sangue Tipo
 B-

Pede-se a quem tenha este tipo de sangue que contacte com urgência:
 
4.     Luís de Carvalho -    931085403 
5.     Pedro Leal Ribeiro -    222041893  Fax: 222059125
6.     Se não puderes ajudar, divulga este e-mail.  [ Hoje por ele, AMANHÃ...]

sábado, 1 de outubro de 2011

Bicicleta futurista...

Uma bicicleta futurista com motor eléctrico e ligação à Internet já chegou ao mercado. A eJalopy GreenWheel vem recheada com aplicações, sensores e um motor eléctrico que permite circular sem esforço.
Os ciclistas poderão utilizar a ligação Wi-Fi para ligar os seus iPhones e inserir coordenadas de GPS, o que lhes permite obter informação para descobrir as melhores rotas (ou as mais rápidas, ou as rotas mais eficientes energeticamente).

O veículo de duas rodas permite ainda monitorizar a nossa performance aos pedais, indicando a pulsação ou as calorias queimadas. Pode-se a partir daí lançar um desafio por SMS para que outros ciclistas tentem bater os nossos recordes na estrada.
Quando o cansaço apertar, os utilizadores podem mudar a «alimentação» da tracção para o motor eléctrico, incorporado no veículo.
«Queríamos fazer uma bicicleta rápida, silenciosa e que não exigisse esforço, que corresse numa plataforma simples e que permitisse adicionar novas funções e aplicações», explicaram Butch Gaudy e Michael Lin, designer da MTB Cycletech e especialista em informática, respectivamente. 

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Fui à Douro Bike Race...

Com a inscrição feita desde Junho a ansiedade era muita para que chegasse o dia “D”, dia da Douro Bike Race.

Do grupo Por Maus Caminhos, só eu me inscrevi, dado que os restantes estavam todos “out” ou seja, sem “vontade” para uma prova com pergaminhos pouco abonatórios em termos de dureza. 
Pormenores mais que delineados para a viagem, eu e o Casaleiro saímos de Coimbra na Sexta-feira pelas 21h com destino a Amarante, viagem feita com tranquilidade onde o tema de conversa foi a prova, como não podia deixar de ser. Chegámos ao destino pelas 23:30, tempo que foi curto para levantamento dos dorsais, colocação das bikes na “garagem” e saber onde iríamos dormir.


No ar sentia-se a adrenalina e o espírito competitivo. Depois de toda a burocracia tratada e as bikes colocadas no court de ténis, fomos para o pavilhão desportivo que nestes 3 dias foi convertido em dormitório. Aqui a experiência não correu pelo melhor, estranhei o colchão da cama, o barulho de fundo dos extractores de ar a trabalhar e o ranger dos colchões insufláveis não me deixaram dormir durante toda a noite. Eram 5:50 da manhã quando começaram a tocar os primeiros telemóveis a anunciar que estava na hora de fazer os preparativos para o intenso dia de BTT que se aproximava. Claro que ninguém dormiu a partir daí. Para nós seria o primeiro dia de prova mas para muitos era o 2º de 3 dias de grande intensidade desportiva. Tomado o pequeno-almoço de campeão a que todo o atleta tem direito, ainda deu tempo para algumas conversas com participantes conhecidos que lá encontramos.






Era hora de preparar as máquinas fazendo as últimas afinações para que estas não falhassem.
O arco de partida estava a 3 km do complexo e para lá chegar tivemos que percorrer a linha de comboio desactivada que foi transformada em ciclo via. Sempre deu para um pré aquecimento e desfrutar de algumas magnificas paisagens até ao centro de Amarante.
Às 9:00 da manhã foi dado o inicio de mais uma etapa DBR 2011. Os primeiros 25 kms foram sempre a trepar, com os 10 kms iniciais em alcatrão e os restantes em piso bastante técnico, deixando adivinhar um percurso bastante exigente.


O primeiro reforço foi colocado ao km 26 onde não faltou bebida e comida. A temperatura esteva bastante agradável, com sol mas sem calor, coisa que ajudou e muito à nossa prestação neste evento. Já no topo da serra do Alvão começámos a tirar partido das primeiras descidas, algumas muito técnicas e perigosas mas sempre bem sinalizadas com placas e presença de Bombeiros nesses locais mais agressivos. Infelizmente ainda houve algumas quedas à minha frente mas sem gravidade para os atletas envolvidos. Nada foi esquecido no evento, no segundo posto de abastecimento havia assistência mecânica para eventuais avarias.










As belas paisagens foram uma constante em todo o percurso, montanhas, travessia de rio, passagem por um açude, foi uma prova de encher as vistas e as pernas. Tudo isto deu para compensar o esforço durante um percurso de 90km com um acumulado de 2500 mts em subida. Não sei o nº de participantes na etapa Adventure, mas na geral fiquei em 44º lugar com o tempo de 6:46h e o Casaleiro no 50º lugar com 6:50h.
Gostei imenso da experiência, ficando desde já prometido repetir o feito no próximo ano.
Até para o ano DBR.
Rui Ventura

domingo, 18 de setembro de 2011

A moda da roda 29…
Marca de bicicleta que se preze já tem 2, 3 ou mais modelos de roda 29 no seu catálogo.
Dizem os livros de marketing e vendas que: “o importante é criar necessidades no consumidor”, logo, algum executivo com ideias expansionistas do seu negócio, mas sem imaginação para inovar no que temos actualmente, criou este conceito. A juntar a isto o executivo pede aos “testers” das revistas especializadas para avaliarem as qualidades da dita cuja e no fim qual Salomão, as vantagens a as desvantagens agradam a todos.
Devagarinho temos vindo a assistir a esta lavagem do cérebro e já vemos alguns artistas do pedal a discutir e a determinar em que competição é que devem ou não utilizar a 29.

Mais uma vez o marketing funcionou e dentro de pouco tempo vamos ver os ditos especialistas da coisa a trocar de bike e o executivo a engordar a conta bancária e a aumentar a sua importância no meio.
Tudo isto para vos dizer que na opinião dum simples praticante de btt, para já, as 29 são apenas e só, marketing, sem nada que possa ser uma mais-valia que me leve a trocar. Já agora, o executivo que seja inteligente e original.
Alguém se lembra das 10 velocidades? Aí está mais um conceito que foi pelo cano.
Divirtam-se a pedalar!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Anúncio...

Esta btt está à venda num conhecido site (começa por O e termina em X).


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

10000 visitas

10000 VISITAS - OBRIGADO POR NOS VISITAREM

domingo, 21 de agosto de 2011

Volta refrescante...

Tal como nos últimos dias também o de hoje esteve bastante quente e abafado logo pela manhã e isso fez-se sentir ao fim de poucas pedaladas com o suor a correr em bica. A volta foi interessante porque criámos uma nova variante ao passeio que fazemos até Cantanhede. A intenção hoje era rolar porque no caso do Rui como vai participar no Douro Bike Race tem que ganhar endurance, no caso escriba do post o regresso das férias veio acompanhado de mais peso e pouca vontade de pedalar com este tempo. No regresso parámos em Ançã para ver como estava a água da piscina junto da nascente. Maravilha, como demonstra as imagens que se seguem, e de tal forma que fomos logo acompanhados por outro grupo de betetistas que vinham da Tocha.
Uma volta refrescante...







quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Imagens...

Algumas imagens que marcam um passeio de btt de Coimbra até à Figueira da Foz...

Condomínios de cegonhas...
Mondego
Mondego (velho)
Arroz e milho (paisagem dos campos do Baixo Mondego)
Caminho 
Cegonhas a voar
Pista de remo e canoagem em Montemor o Velho
Montemor

Decorações com materiais recicláveis das festas da Ereira
Central termo eléctrica
Figueira da Foz